3 de setembro de 2013

O mundo não pára, e eu também não posso parar. Passar por cima de todos os obstáculos e deixar as coisas menos boas, todas para trás. O bom está à nossa frente, no futuro, no próximo minuto, segundo. Não me cortem as asas, quero voar para bem longe daqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário