27 de fevereiro de 2012

A verdade é que também esperei muito por isto. Esperei muito que as coisas se desfizessem aos poucos, esperei muito tempo, por ti, de novo. Tu sempre lá estiveste, com a tua essência, mas camuflado, nem tu sabes bem com o quê. "quem espera sempre alcança" já a minha avó o dizia, contigo aprendi a esperar, aprendi que as coisas não podem ser de um dia para o outro e que se vão cultivando aos poucos. obrigada obrigada obrigada!

Não espere pelo amanhã.
O dia ainda não acabou, 
ainda da tempo de ser feliz.

Sem comentários:

Enviar um comentário